XIV

às vezes a gente é tão simples
que até esquece
que pode ter coisa boa
bem lá no fundo
que a gente nem desconhece

espiei de canto e no abismo
não tinha noite nem treva
tinha uma criança encolhida
sorriso meio apagadinho
à espera da cócega certa

às vezes meu amor é imenso
como o primeiro dia da primavera

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s