I

leão faminto em diminuta jaula
meu coração
meu peito rosa nunca contentado

teus olhos claros
teus olhos irritantemente verdes
teus olhos molecagem de vaidosos
me querem mais, por vezes menos, todo dia além
e eu nua também por dentro
sempre tão mesma e ávida
desfazendo-me a olhos vistos

Anúncios

2 pensamentos sobre “I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s